VÔMITO AMARELADO OU VÔMITO COM BILE: É FIGADO???

06 / ago / 2013

Nem sempre!!! Vômito amarelado espumoso, que pode ter se iniciado com vômitos espumosos brancos que são muito comuns em cães e também pode ocorrer em gatos.

Esse vômito acontece quando o estômago está vazio e tem um refluxo da bile (produzida no fígado) que acaba sendo expulso no episódio do vômito. Em um animal normal esse pigmento amarelado seria expulso junto com as fezes. No caso de gastrite e de estômago vazio esse pigmento acaba voltando para o estômago e colorindo o vômito.

A maioria das pessoas quando vêm esse tipo de vômito logo pensam que se trata de algum problema no fígado. Até poderia ser um problema no fígado (hepático), mas o mais comum é simplesmente por conta do estômago vazio e de uma possível gastrite.

Quando o animal fica muito tempo com o estômago vazio existe um acúmulo de suco gástrico e de bile que vão causar uma inflamação da mucosa do estômago, gerando desconforto, dor e ânsias, fatalmente resultando em vômito.

Esta condição comum é chamada de gastrite. Normalmente, o cão com gastrite e estômago vazio vai vomitar logo pela manhã ou antes das refeições (quando já está há muito tempo sem comer). O primeiro vômito pode ser somente uma baba branca e depois em outros episódios já podemos ver o vômito amarelado.

Apesar de ser comum, devemos sempre consultar o Médico Veterinário para examinar o animal e descartar as outras causas de vômito (outras doenças), e quando se fecha o o diagnóstico em gastrite, então devemos instituir o tratamento e obrigatoriamente uma mudança no manejo alimentar.

Animal com gastrite deve comer várias vezes ao dia e às vezes temos que mudar a alimentação para rações mais leves, as chamadas hipoalergênicas, indicadas para esses casos.

Além do manejo alimentar o seu veterinário provavelmente irá introduzir alguns medicamentos para o controle do vômito e da gastrite.

Pin It on Pinterest