Você já ouviu falar em hiperestesia felina ou síndrome do gato nervoso?

01 / jun / 2021

Essa é uma doença rara e é resultado de uma alteração do sistema neuromuscular. Alguns dos sintomas mais comuns são:
– Nervosismo e alterações de comportamento;
– Movimentos inquietos da cauda;
– Perseguição da própria cauda e corridas medrosas;
– Ondulação da pele do lombo e incômodo na área, devido à sensibilidade extrema;
– Convulsões, espasmos, tiques e, em crises mais fortes, dilatação das pupilas;
– Perda de peso;
– Perseguição de algo inexistente para nós (sensação de que só ele vê);
– Em casos mais extremos, automutilação.

Por ser uma doença rara, cujas causas ainda não estão definidas, para ter o diagnóstico é preciso descartar outras possíveis doenças. O médico veterinário fará os testes necessários para detectar doenças de pele, problemas neurológicos, hormonais (tireóide, fígado etc.), problemas com a alimentação e solicitará alguns exames, como o de sangue, radiografias e tomografia, a fim de descartar outras doenças.


Infelizmente, não existe um tratamento específico para a síndrome, mas há medicamentos para controlar as crises e melhorar a qualidade de vida do animal. Caso o seu gato apresente algum desses sintomas, marque uma consulta com o médico veterinário.

#petcare #quemamamaiscuidamelhor #euamomeudono #hospitalveterinario #hospitalveterinario24horas #medvet #medicinaveterinária #veterinária #loucosporgatos #gatos #cat #euamomeugato #ilovetmypet #ilovepets #catlovers #gato #maedepet #maedegato

Pin It on Pinterest