Verrugas (Papilomatose) em cães

04 / mar / 2011

DSC00223.JPG

Cães apresentam normalmente 2 tipos de verrugas. Um tipo de verruga é a do cão senil no qual começam a surgir várias formações no corpo e nas pálpebras que não são contagiosas para outro animal e nem para o homem.

Muitas vezes temos que retirá-las pois começam a sangrar devido ao animal se coçar  ou mesmo porque machucou na tosa. No geral recomendamos deixá-las até que elas comecem a causar problemas.

O segundo tipo de papilomatose (verrugas) é causado por um vírus e acomete cães que tem a imunidade mais baixa. Geralmente são filhotes e estas verrugas se localizam nos lábios, língua e gengivas podendo atacar também outras mucosas desde esôfago e estômago, além da vulva e região peri-anal.

A papilomatose oral canina acomete principalmente cães jovens. É uma infecção de células epiteliais promovida por vírus DNA espécie específica.

As lesões iniciam como pápulas ou placas brancas e progridem para lesões com aspecto de couve-flor. É uma infecção da cavidade oral e dos lábios, podendo acometer também mucosa da conjuntura e narinas.

Estas verrugas muitas vezes amarramos e podem desaparecer por completo enquanto outras caem. Outras vezes mandamos fazer uma autovacina. Esta autovacina é produzida a partir de uma verruga extraída e enviada para o laboratório.

papilomatose oral canina

A papilomatose oral canina no primeiro dia de tratamento

papilomatose oral canina

Papilomatose 10 dias de tratamento. atendido pela Dra. Fabrícia veterinária dermatóloga da Animália.

Na maioria das vezes o animal melhora a imunidade e as verrugas desaparecem. Veja foto de um animal atendido estes dias com papiloma viral:

Pin It on Pinterest