Transfusão de sangue em Gatos

08 / jun / 2011

Florzinha, Docinho e Edward são nossos gatos queridos e doadores de sangue salvando vidas dos nosso pacientes felinos. Filmamos e fotografamos nossa visita da tarde aos queridos bichanos hoje em sua casa.

Transfusão sanguínea é um procedimento realizado em pacientes críticos e que muitas vezes é necessário para salvar as vidas deles.

A perda sanguínea aguda, causada por extensas hemorragias (em conseqüência de trauma ou por contato com agentes tóxicos), destruição imunológica das células vermelhas do sangue e a diminuição da produção de células sanguíneas são situações nas quais a transfusão pode ser decisiva para uma boa evolução. Muitas vezes a transfusão é necessária no momento inicial da terapia, enquanto os fármacos começam a agir.

É um procedimento que deve ser acompanhado de perto pelo Médico Veterinário e portanto muitas vezes realizado em ambiente de internação.

Pode ser necessária sedação para uma coleta segura do sangue do doador, e cada gato pode doar entre 11 a 13ml/kg de peso.

Por não ser disponível no mercado bolsas de sangue do tamanho adequado, pelas características de armazenamento e freqüência de necessidade do procedimento geralmente não se tem estoque de sangue felino em hospitais e clínicas veterinários.

O principal grupo sanguíneo dos gatos é dividido em A, B e AB, sendo os gatos siameses mais freqüentemente do grupo A e os persas do B. As reações adversas causadas por uma transfusão são sérias, portanto é  importante realizar sempre que possível a tipagem sanguínea e o teste de compatibilidade.

Os gatos doadores devem ser saudáveis, com o peso mínimo de 4,5kg e apresentarem resultado negativo para leucemia e AIDS felina, assim como nossos gatos!

 

Pin It on Pinterest