Sindrome de Wobbler ou Espondilomielopatia Cervical

04 / ago / 2011

Sindrome de Wobbler ou Espondilomielopatia Cervical é um problema de coluna cervical (região do pescoço) que acomete cães gigantes e pinschers, mas muito comum em Dobermans e Rottweilers. Com este frio os problemas de coluna se agravam.

Estamos com um pet internado com este problema aqui no hospital, sendo tratado com medicamentos e acupuntura a laser (imagem acima).

A Sindrome de Wobbler causa uma instabilidade nas vértebras da região do pescoço causando muita dor para o animal levantar, sentar, incoordenação motora, não consegue pular de um lugar para outro e nos casos extremos não consegue se movimentar de tamanha dor.

O diagnóstico é por RX , exame clinico e em casos extremos fazemos mielografia ou tomografia.

A doença é classificada conforme o grau de severidade indo do score 1 ao 5 (gravissimo)

Os sintomas iniciais  são dor e incordenação motora, geralmente deixando as patas da frente rígidas.

O tratamento pode ser médico em 90% dos casos ou cirúrgico onde colocamos placas nas vértebras estabilizando o pescoço (há controvérsias neste procedimento e nossos ortopedistas não são muito a favor)

Cada caso deve ser analisado pela equipe clinica, ortopedista, neurologista e fisioterapeuta veterinário.

Como ela acomete muito animais mais velhos, acabamos  quase sempre optando pelo tratamento clinico com analgesia, fisioterapia e acupuntura.

Pin It on Pinterest