Quais medicamentos são proibidos para os gatos?

21 / fev / 2014

Os felinos apresentam hábitos e outras particularidades sociais, alimentares e de comportamento totalmente diferente dos cães. Isso também inclui a intolerância a medicamentos.

Eles precisam de uma alimentação muito mais rica em gordura, com porcentagem maior de proteína e com adição de aminoácidos essenciais. Mas talvez o maior cuidado e os maiores erros acontecem em relação aos medicamentos. Os gatos apresentam grande intolerância aos medicamentos que são usados, por exemplo, em cães e em pessoas. Não é raro um gato morrer ou correr sério risco de vida devido à intoxicação medicamentosa.

Segue abaixo uma pequena lista de medicamentos proibidos para os gatos. Alguns são fatais e outros podem causar reações adversas na dependência da dose e da sensibilidade do indivíduo.

– Acido acetil salicílico (Aspirina®)

– Paracetamol (Tylenol®, Anador®)

– Pseudoefedrina (Claritin®, Tylenol Sinus®, Loratadina®)

– Salicilato de Bismuto (Pepto Bismol®, Peptozil ®)

– Iboprofeno (Advil®)

– Piroxican (Feldene®, Inflamene®)

– Enema de Fosfato (Fleet Enema®)

– Xampu a base de Alcatrão (Sebotrat -O®, Ionil T®, Politar®)

– Xampu com Benzoato de Benzila (Acarsan®)

– Xampu com Acido salicílico.

– Xampu com Sulfeto de Selênio (Selsun Ouro®, Selsun Azul®)

– Peroxido de Benzoila – usar com cautela (Peroxidex®, Sana Dog®, Pertopic®)

– Piretróide (Antiparasitário como Butox® )

– Levamisol (Ascaridil®)

– Azatioprina (Imuram®)

– Piridium®

– Diclofenaco potássio (Cataflan®)

– Diclofenaco sódico (Voltaren®)

Lembre-se de nunca usar medicamentos, seja para gatos ou para cães, sem consultar antes um médico veterinário. A “automedicação” pode ser fatal.

Pin It on Pinterest