Problemas no parto de cadelas e gatas

22 / abr / 2014

O que observar durante o trabalho de parto da sua cachorrinha ou gatinha?

A maioria das gestações não apresenta problemas e as cadelas ou gatas geralmente são excelentes mães. Mesmo que seja raro algo dar errado, é muito importante manter os olhos abertos e saber como identificar um problema. Se você tiver alguma dúvida sobre a sua cadela ou gata durante a gravidez, parto ou nascimento, entre em contato com seu Médico Veterinário imediatamente ou com o PetCare Hospital 24horas

Identificando os problemas

Antes e durante o parto:

– Seu animal evita a comida durante a gravidez ou está apática, desanimada (a diminuição no apetite pode ser normal para algumas fêmeas após 30 dias de gestação ou apenas antes do início do trabalho de parto, mas elas devem estar alerta e bem dispostas em todos os momentos);

– Sem sinal de parto com 63 dias de gestação desde o acasalamento;

– Após quatro horas do aparecimento de um corrimento vaginal verde ou vermelho / marrom;

– Contrações fortes durante 20 ou 30 minutos sem nascer nenhum filhote;

– Mais de duas horas se passaram desde o último filhote, ou ter apenas contrações fracas, e você sabe que há mais filhotes (determinados através de exames de ultrassom ou radiografia);

– Ela não está bem em geral, deprimida, chorando ou com dor durante o parto;

– Qualquer corrimento vaginal anormal, incluindo sangramento, ou um corrimento de cheiro ruim, em qualquer momento da gravidez;

– Se você pode ver um filhote saindo, mas o esforço da fêmea não consegue expulsá-lo;

– Se a fêmea aborta filhotes durante a gestação.

Após o parto, observar os seguintes problemas e entre em contato com o Médico Veterinário se:

– A fêmea não expulsou todas as placentas que você esperava (mesmo número de filhotes, pois cada filhote tem a sua placenta);

– Ela tem um corrimento vaginal de cheiro ruim ou com muito sangue;

– Ela tem febre, mal-estar, está sem apetite, apatia ou falta de interesse nos filhotes, qualquer um que pode indicar uma infecção no útero;

– A fêmea mostra sinais de espasmos, nervosismo, inquietação e caminha com dificuldade, pernas duras, ou convulsões, o que pode ser um sinal de hipocalcemia, uma deficiência de cálcio;

– As mamas estão vermelhas, firmes e dolorosas, ou a secreção dos mamilos tem cheiro ruim, é marrom ou com sangue;

– Morte de qualquer filhote. Filhotes “desfalecidos”- filhotes parecendo deprimidos ou relutantes para se alimentar;

– A fêmea está doente de qualquer outra forma, não come, deprimida, dificuldade para respirar, não cuida dos filhotes, tem diarreia ou perda de peso.

É sempre fundamental consultar o seu Médico Veterinário se você tiver qualquer preocupação. Esteja informado sobre o que esperar e assim poder tomar as providências necessárias o mais rápido possível!

Pin It on Pinterest