Primeiros cuidados com animais de rua adotados

24 / abr / 2014

Praticamente todos os dias nos deparamos com cães e gatos abandonados andando nas ruas: filhotes, animais doentes, animais velhos ou simplesmente aquele vira lata que já nasceu sem um lar.

Se você é um daqueles que não consegue continuar o seu caminho sem fazer alguma coisa (alguma coisa de fato e não simplesmente deixá-lo na frente de uma clínica veterinária ou de uma ONG), saiba aqui os primeiros cuidados.

– Muito cuidado no resgate para não se envolver em um acidente de trânsito ou não receber uma mordida: o animal de rua pode estar assustado, com dor ou alguma doença que pode passar para o ser humano.

– Não coloque este animal desconhecido junto com outros animais que, por ventura, você tenha em casa. O animal resgatado deve ficar em quarentena.

– Ofereça água e comida e observe como ele se comporta nas primeiras horas.

– Assim que possível, leve-o ao seu veterinário de confiança para uma primeira avaliação e cuidados.

– Se ele estiver machucado ou doente, procure um veterinário antes de levar para casa. Nesse caso você já vai ter que arcar com os primeiros custos.

– Faça um exame de fezes – de acordo com a orientação do veterinário.

– Dê um belo banho e passe preventivos contra pulgas e carrapatos.

– Depois da quarentena, provavelmente, se tiver saudável, poderá ser vacinado e castrado.

– O médico veterinário é o único que poderá orientá-lo a respeito de dieta, vacinas, medicamentos e exames necessários para que esse novo animal faça parte da sua vida de forma saudável e segura.

Pin It on Pinterest