Doenças cardíacas em cães são mais comuns do que as pessoas imaginam

20 / set / 2021

Atualmente, 10% da população canina é acometida por doenças cardíacas, das quais 95% são adquiridas e 5% são congênitas (os cães nascem com a doença).

Infelizmente, as doenças cardíacas podem evoluir para ICC (insuficiência cardíaca congestiva), independentemente da causa.

Dentre as doenças cardíacas adquiridas ao longo da vida, 75% da população canina cardiopata é acometida por valvopatia mitral mixomatosa (degeneração da válvula do lado esquerdo do coração, comum em cães e acomete com maior frequência cães de pequeno e médio porte) e 10% da população canina é acometida por cardiomiopatia dilatada (dilatação das câmaras cardíacas, e nesse caso é bastante comum o acometimento de cães de porte grande e gigante).

Um dos tratamentos para insuficiência cardíaca congestiva (ICC) é com a família de medicamentos Fortekor™ da Elanco.

A Elanco desenvolveu uma fórmula com moléculas essenciais para facilitar o tratamento dos cães cardiopatas, de acordo com a preferência e a necessidade de cada caso.

Com a família Fortekor™, o médico-veterinário poderá individualizar e proporcionar o melhor tratamento para seus pacientes cardiopatas. O Fortekor™ Flavour por exemplo é composto por comprimidos palatáveis com moléculas revestidas por filme de tecnologia exclusiva que só é dissolvido no pH ácido do estômago, garantindo eficácia do princípio ativo.

Converse com o médico-veterinário sobre esse medicamento. Caso a doença tenha sido identificada no seu cão, marque uma consulta com um dos nossos especialistas em cardiologia veterinária.

Pin It on Pinterest