Malas prontas, pé na estrada e… dirofilariose? Verme do coração

31 / jan / 2020

A companhia dos animais está cada vez mais frequente devido à proximidade conquistada e por serem “parte da nossa família”. Quando viajamos com nossos cachorrinhos e gatinhos, além dos cuidados de higiene, alimentação, vacinas em dia e diversão, precisamos tomar conhecimento e ter uma atenção especial à algumas doenças. Sendo assim, vale a pena conhecer a Dirofilariose, essa doença que pode ser silenciosa, grave (por vezes fatal) e de fácil prevenção. Vem conferir:

Você já ouviu falar da dirofilariose?

Popularmente conhecido como verme do coração, a dirofilariose é uma doença transmitida através da picada de um mosquito tropical, que afeta cães e gatos, por meio da transmissão do verme na forma jovem chamado microfilária.

O verme atinge a corrente sanguínea para se desenvolver e se posteriormente chega ao coração, ocasionando problemas cardíacos graves e até morte.

Gabi, paciente do Dr. Renato, mostrando a língua pro verme do coração.

Meu pet não viaja, então estou livre. Certo? Não, errado!

Infelizmente, os mosquitos transmissores não são encontrados somente fora de casa. Embora sejam mais comuns no litoral de São Paulo em Bertioga, Guarujá e Peruíbe; no Rio de Janeiro (todo estado) e em toda região nordestina, viagens mesmo que curtinhas há necessidade de utilizar medicações para prevenção.

Veja abaixo o mapa dos estados com maior incidência no Brasil:

 

Os mosquitos embora indesejados, convivem com a gente em todos os lugares que vamos, não dá para negar! Seja casa, apartamento… eles estão em todos os lugares.

 

Como posso saber se o cão ou gato tem verme do coração?

Por meio de exames de rotina e do histórico do animal, o seu médico veterinário deve orientar sobre essa possibilidade, principalmente quando houverem sintomas como: tosse, cansaço fácil, prostração e alteração em exames do coração, por exemplo.

Tem tratamento?

Para os cães, em alguns casos, é possível realizar um tratamento medicamentoso de longo prazo. Para os gatos, não há tratamento.
O melhor tratamento é a prevenção!

E agora? Como vou prevenir meu animal?

Essa é a parte simples!
Os animais candidatos a prevenção, realizam uma pesquisa prévia da doença e quando negativos, podem ser vacinados com o PRO-HEART anualmente. Para cada fase da vida há uma indicação diferente de protocolo vacinal.

Medidas como medicações orais mensais e repelentes auxiliam no tratamento, mas depende de cada caso, lembre-se, somente o seu médico veterinário é capaz de orientar você nessa fase.

A Gabi faz prevenção anual contra a temida dirofilariose rigorosamente e está bem protegida! Portanto, pode viajar tranquila com a sua família sem se preocupar. E o seu melhor amigo? Também pode mostrar a língua para o verme do coração? Converse com seu veterinário! 😉

Ficou com dúvidas?

Aqui tem uma matéria completa contando mais:

https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/controle_de_zoonoses/lab_zoonoses/index.php?p=5564

http://petcare.com.br/o-que-e-a-dirofilariose-ou-doenca-do-verme-do-coracao/

http://petcare.com.br/o-que-e-a-dirofilariose-e-como-o-verme-do-coracao-pode-afetar-seu-cachorro/

http://petcare.com.br/a-dirofilariose-ou-doenca-do-verme-do-coracao-esta-voltando/

Pin It on Pinterest