Depressão em cães e gatos

30 / set / 2014

Cães e gatos podem apresentar os sintomas de depressão e, geralmente, tal comportamento é consequência de alguma mudança dentro do ambiente onde vivem.

Na maioria das vezes, vemos animais deprimidos quando perdem um de seus companheiros na casa, sendo muito comum em cães que convivem com dois animais na mesma casa e um deles morre.

Algumas vezes, os animais mais velhos (acima de 10 anos) podem entrar em depressão quando se introduz um novo animal na casa, principalmente se durante a vida eles tiveram pouco contato com outros animais e já se apresentaram debilitados por conta de alguma doença.

Cães únicos em uma casa sofrem muito também quando a estrutura familiar muda repentinamente como, por exemplo, separações, ausência de algum funcionário da casa etc.

Os gatos sofrem muito com barulhos como ruídos de reformas em casa ou no prédio e podem entrar em depressão devido a isso. Também não aceitam muito bem a entrada de um novo companheiro na casa e, para isso, usamos os feromônios.

Antes de diagnosticar que o animal está deprimido e precisa de medicação, precisamos ter certeza de que ele não tem outra doença de base, então o melhor seria um clínico geral examiná-lo e depois, se achar que o problema é realmente psicológico, encaminhá-lo a um neurologista com especialização em comportamento animal.

Pin It on Pinterest