Corpo Estranho em Cães e Gatos

21 / mar / 2012

Não se sabe por que Mike, um filhote de Beagle de  7 meses de idade, engoliu 17 pregos… Ele estava ótimo e os proprietários somente descobriram o que havia acontecido, quando numa manhâ viram um prego nas fezes dele (o décimo oitavo prego).

Ele foi levado ao veterinário, o exame de ultra som não identificou nada e então com o exame de rx foi possivel identificar todos os pregos e onde estavam (estômago e intestino). Ele foi operado e conseguimos remover todos os pregos.

Beagles, particularmente jovens são os campeões em comer algo que não deve: anel, prego, sabonete, meia etc…. tudo que vem parar na sua boca pode ser engolido.

Corpo estranho gástrico ou intestinal é um termo que se refere a qualquer outro material que não o alimento presente no trato gastrointestinal e que resulta em um problema digestivo grave como vômitos, gastrite, obstruções, peritonite e diarréia.

Brinquedos, fios, roupas, bandagens, meias, anéis, pilhas, pregos, sabonete, caroço de frutas, lâmpadas, anzol, plástico, enfim quase tudo que o animal coloca na boca por brincadeira ou por curiosidade pode vir a se tornar um grande problema de saúde.

Cães e gatos de qualquer idade estão propensos a desenvolver problemas de corpo estranho, mas este é mais comumente visto em animais jovens com menos de 2 anos de idade. Esses jovens são naturalmente curiosos e gostam de brincar mordendo os brinquedos ou outros objetos.

Além disso, a natural curiosidade e a característica (principalmente dos cães) de experimentar tudo com a boca pode facilitar que engulam esses objetos. No caso dos gatos os fios e novelos de lãs que eles adoram brincar podem se tornar um dos mais perigosos tipos de corpo estranho.


Quais os sintomas observados?

– A perda repentina de apetite e apatia.

– Vômitos

– Salivação excessiva

– Movimentos anormais do intestino (cólicas, muitos gazes,aspecto diferente das fezes ou presença de fragmentos de corpo estranho nas fezes ou no vômito).

Diagnóstico

Uma história completa é importante no diagnóstico de um corpo estranho gastrointestinal, incluindo o desaparecimento de algo na casa (brinquedo, meia etc ).Geralmente o diagnóstico pode ser fechado com exame clinico (as vezes palpamos algo diferente no abdome) e/ou com um exame de imagem ( rx ou ultra som). Nem sempre o corpo estranho pode ser identificado pelo rx, como no caso de plásticos e tecidos. Assim o exame de ultra som pode auxiliar no diagnóstico ao identificar movimentos anormais, sombras e sinais de obstrução.

Noutras vezes somente um exame radiográfico contrastado é quem pode fechar diagnóstico. Quando o corpo estranho de metal ou outro material mais denso o exame de rx pode identificar facilmente o objeto. Já a endoscopia tem indicação quando da presença do corpo estranho no estomago, servindo inclusive para a sua remoção, quando for possível.

Tratamento

O tratamento depende de onde parou ou está esse corpo estranho. Se ainda está no estomago pode ser tentado a remoção por via endoscopica. Caso esteja no intestino, ele pode ser monitorado para saber se esta progredindo junto com as fezes e caso esteja parado ou obstruindo o intestino, então somente um procedimento cirúrgico pode remove-lo.

No caso de corpo estranho linear, muito comum em gatos que engolem fios, o tratamento é cirúrgico e normalmente o animal já esta desenvolvendo um peritonite por ruptura de partes do intestino.

 

Pin It on Pinterest