Cães e gatos também precisam se proteger do sol no verão

28 / jan / 2011

Em entrevista ao site Criativa, a médica veterinária e diretora do Hospital Veterinário Pet Care, em São Paulo, Carla Alice Berl, fala sobre os cuidados que devemos ter com os pets em relação ao sol no verão.

Leia a matéria completa.

Problemas de pele causados pela excessiva exposição ao sol não afetam somente os seres humanos. Assim como nós, os animais precisam de alguns cuidados extras no verão. Segundo a médica veterinária e diretora do Hospital Veterinário Pet Care, em São Paulo, Carla Alice Berl, cães e gatos também podem apresentar câncer de pele. “Geralmente, a doença ocorre nas áreas sem pelo, como na barriga, na ponta das orelhas, no nariz e ao redor dos olhos”, diz.

De acordo com a veterinária, a ocorrência da doença é maior em animais brancos e claros – mesmo os que não são albinos – , além de cães e gatos com nariz, lábio, coxin (almofadinhas dos dedos) e barriga rosada. “Esses animais não devem tomar banhos de sol, mas se a exposição for inevitável é preciso usar bloqueadores solares nas regiões de risco”, diz.

Para isso, já existem no mercado protetores solares especialmente feitos para os bichos de estimação, que são amargos para evitar que o animal remova o produto com a língua. “Eles funcionam e vale investir. Se optar  pelo de uso humano, prefira os líquidos e sem álcool”, diz Carla.

Durante os passeios, uma boa dica da médica veterinária, Silvia Parisi, é levar seu animal para caminhar em horários mais frescos, em que o sol esteja mais fraco. “Prefira passear com seu cão em horários antes das 11h e depois das 15h”, diz Silvia.

Fonte: http://colunas.criativa.globo.com/bicharada/2011/01/27/caes-e-gatos-tambem-precisam-se-proteger-do-sol-no-verao/

Pin It on Pinterest